Rodrigo Minotauro: no Labirinto do Minotauro Lutador!

minotauro lutador

Competente, determinado e aparentemente blindado, Rodrigo Minotauro se tornou uma das maiores lendas do MMA. Capaz de absorver impactos e finalizar com vigor, o poderoso Minotauro Lutador fez sua fama nas mais diferentes arenas de combate.

Seja no Rings, seja no WEF, seja no Pride, seja no UFC… Seja nas Artes Marciais Mistas (MMA), o Rodrigo Minotauro se notabilizou em todos os torneios que participou!

1 – Um pouco do início de Rodrigo Minotauro

Minotauro Lutador e Minotouro/Polenmais

Nascido como Antônio Rodrigo Nogueira no dia 2 de junho de 1976 em Vitória da Conquista, na Bahia, agora é mundialmente conhecido como Rodrigo Minotauro, Minotauro Lutador ou, para o grande público, “apenas” Minotauro.

Logo cedo, infelizmente, passou por uma provação de vida, quando ficou em coma por aproximadamente 25 dias após ser atingindo por um caminhão de 6 toneladas.

Rodrigo permaneceu internado por um ano. Ano este que se apresentou doloroso com várias cirurgias e fisioterapia, mas de onde o jovem Rodrigo tirou aprendizados.

1.1 – Os Irmãos Minotauro e Minotouro

Os irmãos Rodrigo Nogueira (Minotauro) e Rogério Nogueira (Minotouro) iniciaram aos 4 anos no judô a mando da mãe, dona Marina Correia, que buscou disciplinar os irmãos que vez ou outra brigavam (quem nunca?!).

A filosofia transmitida pelo judô acabou lapidando o caráter dos irmãos Nogueira, que fizeram do esporte a profissão e posteriormente se tornaram mundialmente reconhecidos pelo talento nos combates (e pelo exemplo dado fora dos “ringues”).

Os irmãos, inclusive, fundaram em 2007 o projeto social, o Instituto Irmãos Nogueira, que acolhe crianças carentes para educar e disciplinar na missão de valorizar o ser humano.

2 – No Labirinto do Minotauro Lutador

Rodrigo Minotauro tem a altura de 1,91 m, o que impressiona a muitos, e costuma pesar por volta dos 110 kg de carga bruta e bem adestrada.

Carga bem adestrada porque Minotauro não é um daqueles lutadores comuns, mas que foi treinado e se consagrou vitorioso nas artes marciais mistas (MMA), sendo, inclusive, um dos maiores representantes da história das artes marciais do Brasil.

Rodrigo Nogueira iniciou no judô, mas logo se interessou por outros estilos. Com isso, o Minotauro Lutador tem principalmente em seu arsenal:

  • Judô;
  • Boxe;
  • Jiu-Jitsu
  • Muay Thai; e
  • Wrestling.

O lutador ficou amplamente conhecido por sua determinação e aparentemente blindagem corporal, o que se evidenciava nos combates quando os duros golpes sofridos não pareciam surtir efeito em Minotauro.

Por sua grande resistência, muitos comparavam seu rosto ao de uma rocha na qual os impactos dos seus oponentes pareciam ter menos força do que realmente tinham.

Tá curtindo a incrível história do Minotauro Lutador? Que tal obter um vídeo personalizado dessa fera do UFC para fortalecer seus negócios nas redes sociais? Basta clicar aqui! 

3 – Números de Rodrigo Minotauro

Antônio Rodrigo “Minotauro” Nogueira se consagrou sendo QUATRO vezes campeão mundial e nos mais diferentes torneios!

Rodrigo Nogueira teve pouco mais 16 anos de carreira como profissional, começando em 1999 e encerrando em 2015.

Como lutador profissional, Minotauro sustenta:

  • 34 Vitórias;
  • 10 Derrotas;
  • 1 Empate; e
  • 1 Luta sem resultado (No Contest*).

*A luta sem resultado (No Contest) aconteceu, quando após um choque de cabeça, o russo Fedor Emelianenko teve um forte sangramento nas regiões da testa e da sobrancelha, o que acabou por encerrar a luta por fatores externos (No Contest).

4 – Torneios que o Minotauro Lutador combateu!

Minotauro Lutador/Polenmais

Do Brasil ao Japão, Minotauro participou de diversas competições nas quais se destacou em todas, sem exceção.

Rodrigo Minotauro fez grande show ao se apresentar no World Extreme Fighting (WEF), Fighting Network Rings (Rings), Pride Fighting Championships (Pride) e por último Ultimate Fighting Championship (UFC).

4.1 – O Minotauro Lutador no WEF – World Extreme Fighting!

O World Extreme Fighting (WEF) era uma organização privada que focava nos combates de pesos menores, prezando por combates velozes que contagiavam o público.

O WEF acabou sendo incorporado pelo UFC, que manteve os moldes mas ampliou as possibilidades de lutas, popularizando globalmente o MMA.

No WEF, Rodrigo Minotauro foi vitorioso, iniciando sua bem-sucedida coleção de cinturões de campeão em 1999.

4.2 – O Minotauro Lutador no Rings – Fighting Network Rings!

No Rings (King of Kings), Rodrigo Minotauro novamente se sagrou campeão no ano de 2000 ao derrotar holandês Valentijn Overeem.

O destaque de Minotauro no King of Kings lhe rendeu passagem para o PRIDE, no qual cravaria de vez sua carreira como gigante do MMA mundial!

4.3 – O Minotauro Lutador no Pride – Pride Fighting Championships!

O Pride Fighting Championships, ou simplesmente Pride, era um torneio japonês de MMA bem peculiar, talvez meio bizarro, mas que proporcionava combates extremamente emocionantes ao público.

Os atletas competiam sem distinção de categorias (de peso) e isso possibilitava combates curiosos e memoráveis na busca da “arte marcial perfeita”.

O Pride também acabou sendo absorvido pelo UFC, que levou os seus melhores atletas consigo — e claro: o brabo Minotauro Lutador se encontrava nele, no esquadrão de elite!

Rodrigo Minotauro, na verdade, era uma das grandes atrações do Pride e responsável por uma das lutas mais incríveis da história do MMA: Bob Sapp x Minotauro!

Minotauro venceu o gigante com cerca de 160 quilos com uma chave de braço, mesmo após ter sofrido diversos golpes diretos do monstruoso e competente Bob Sapp (aquele ator mesmo!).

4.3.1 – Bob Sapp vs Minotauro

A luta de Bob Sapp e Minotauro ecoa na história do MMA e, sem dúvida alguma, trata-se de um dos mais incríveis e marcantes combates da história do Pride.

Bob Sapp x Minotauro duelaram em 28 de agosto de 2002 e o brasileiro triunfou, conquistando uma vitória na qual quase todas as fichas estavam apostadas no norte-americano — também conhecido como The Beast (A Besta ou A Fera).

De encontro ao brasileiro, Bob Sapp e os seus 160 kg de músculos partiram com tudo para atropelar Minotauro, atingindo-o com grande fúria com direito a socos e arremessos.

Contudo, o gigante norte-americano acabou dominado no segundo round por Minotauro através de uma bem aplicada chave-de-braço, na qual A Besta reconheceu a vitória do brasileiro.

4.4 – O Minotauro Lutador no UFC – Ultimate Fighting Championship!

Diferentemente do Pride, o UFC seguia regras similares as do WEF nas quais os lutadores competiam de acordo com categorias pré-definidas sem grandes diferenças de peso.

Estreando em 2007 no UFC, Rodrigo Minotauro venceu Heath Herring, o que lhe rendeu o direito de disputa pelo cinturão dos pesos-pesados contra Tim Sylvia, outro gigante.

Não deu outra: Rodrigo Minotauro, em um combate similar ao com Bob Sapp, conseguiu derrotar Tim Sylvia e conquistou o desejado cinturão.

A carreira de Rodrigo Minotauro no UFC se equilibra em 5 vitórias e 6 derrotas, o que é aparentemente um resultado mediano e parecia indicar a aposentadoria do lutador brasileiro…

…Mas que, ainda dentro desses números, resguardava alguns momentos de glória nas arenas de combate!

4.4.1 – “O campeão voltou!”.

Minotauro Lutador/Polenmais

Entre 2010 e 2011, após cirurgias no joelho e nos quadris, Minotauro retornou milagrosamente ao octógono para a primeira edição do UFC no Brasil, algo que o lutador não desejava perder (apesar de apenas três meses antes ainda estar andando com o auxílio de muletas).

A luta, marcada para o dia 27 de agosto de 2011, era contra uma das promessas do MMA: o estadunidense Brendan Schaub.

A luta ocorreu no Rio de Janeiro e ficou marcada pelo domínio e nocaute de Minotauro sobre Schaub aos 3m09s.

A torcida brasileira enlouqueceu na Arena da Barra entoando cânticos, como o “o campeão voltou!”.

Para o próprio Minotauro, essa luta, embora não possuísse a defesa de título ou algo do tipo, tornou-se especial por ser a primeira do UFC no Brasil — motivação pela qual Minotauro tanto desejava participar e precisava se recuperar das cirurgias.

4.4.2 – Não se rende: o braço quebrado de Rodrigo Minotauro

Em uma luta contra o Frank Mir em 10 de dezembro de 2011, Minotauro teve seu braço quebrado em uma finalização que deu a vitória ao norte-americano.

O interessante desse episódio foi a não desistência de Minotauro, mesmo com o braço em risco.

Esse evento chamou a atenção do público e gerou diversos comentários acerca do atleta brasileiro que só bateu em desistência quando seu braço já estava quebrado (fratura transversa no úmero).

Essa luta também entrou para a história por ser a primeira vez que Minotauro era finalizado — algo que qualquer adversário evitava tentar, já que era a especialidade do brasileiro aparentemente incansável.

Já pensou em ter um vídeo personalizado do Minotauro lutador para motivar seus colaboradores no grupo do whatsapp? Não perde tempo! Basta clicar aqui

5 – Aposentadoria de Rodrigo Minotauro?

Apenas dos combates.

Rodrigo Nogueira se aposentou dos combates 2015, totalizando 35 anos dedicados às artes marciais (dos 4 até os 39 anos de idade).

E que se saiba: a vida útil dos lutadores é bem inferior aos quase 40 de Rodrigo Minotauro à época de sua aposentadoria.

E mais: Rodrigo Nogueira se aposentou por questões de saúde, visto que o esforço físico do esporte (a carga de treinamento em si) poderia acabar lhe comprometendo a própria mobilidade.

Como todo atleta, Rodrigo tinha suas lesões, mas, como Minotauro, as lesões foram acima da média, o que revela que o brasileiro fez fazer o apelido mitológico.

6 – Rodrigo Minotauro embaixador do UFC

Ainda em 2015, Rodrigo Minotauro recebeu e aceitou o convite para ser embaixador do UFC no Brasil, o que considerou uma honra.

Como embaixador do UFC, Minotauro promove as artes marciais mistas (MMA), possibilitando a oportunidade a novos atletas, igualmente como atraindo patrocinadores e atenção das mídias nacional e estrangeira.

Reconhecido por sua trajetória, em 2016, Rodrigo Minotauro entrou para o Hall da Fama do UFC.

7 – Rodrigo Minotauro empresário e filantropo

Minotauro possui uma série de empreendimentos, como o seu próprio energético — Minotauro Energy Drink — e o Team Nogueira.

O Team Nogueira possui mais de 10 mil alunos, contando com academias no Brasil e no exterior, que têm como ídolos os irmãos Minotauro e Minotouro.

Outro projeto em família, de cunho humanitário, recai sobre o Instituto Irmãos Nogueira, no qual milhares de jovens carentes já foram atendidos.

O Instituto Irmãos Nogueira preza pela disciplina dos jovens carentes, que têm a oportunidade de melhorar de vida através do auxílio prestado pelos patronos Rodrigo Minotauro e Rogério Minotouro e suas academias em diversas comunidades carentes.

Quer pedir um vídeo personalizado desse vencedor impulsionar a audiência do seu negócio? Clique aqui ou no banner a abaixo

Veja também:

Compartilhem com amigos, clientes e colaboradores:

Deixe seu comentário