Compadre Washington: um artista que o Brasil gosta “mutcho”

Compadre Washignton

Conquistar a massa brasileira não é um trabalho fácil e Compadre Washington é um dos artistas da música popular e entretenimento brasileiro que alcançaram essa façanha. Ao lado de Beto Jamaica, ele foi um dos fundadores do É o Tchan.

Washington Luiz Silva Santos nasceu em Salvador, capital baiana, e aos 58 anos de idade coleciona hits, percorreu todo o Brasil fazendo shows, é muito famoso pela sua personalidade inconfundível e já era meme antes mesmo dessa palavra existir.

Marca registrada do carnaval baiano e da televisão brasileira, o cantor é a personificação do carisma e até hoje colhe os frutos plantados no início dos anos 90, quando estourou em todo o Brasil com o medley “Pau que Nasce Torto / Melô do Tchan”.

O novo som de Salvador entrou na mente do povo, que passou a acompanhar o grupo, sempre dançando as coreografias praticadas por nomes como Carla Perez, Scheila Carvalho, Sheila Mello e Jacaré

Nascia um fenômeno da cultura pop, que também se destacava pelo marketing impecável, com álbuns temáticos, concursos televisionados líderes de audiência e shows lotados em turnês nacionais e internacionais.

Vamos conhecer a carreira desse astro da música baiana, que também faz parte dos talentos da Polen para Empresas.

Início da carreira e sucesso nacional

“Tudo que é bonito, é o tchan. Tudo que é perfeito, é o tchan.”

Washington nasceu numa família musical. O seu pai era maestro e todos os membros da família tocavam um instrumento. Apesar de ter exercido funções de office boy e arquivista, a música sempre foi um ramo de trabalho.

Em 1982, ele era aluno do Colégio Central de Salvador e junto aos seus amigos ensaiava dentro da escola, todas as sextas-feiras. A experiência permitiu o surgimento de um projeto despretensioso, o Gera Samba, inspirado nas rodas de samba do recôncavo baiano. Após seis anos, o primeiro álbum foi lançado.

Tempos depois, ocorreu uma reformulação no grupo e a entrada de Beto Jamaica, que fazia parte de blocos afros. Em 1994, o primeiro álbum com a dupla nos vocais foi lançado, encabeçado pelo sucesso “A Dança Do Tchu Tchu”.

A banda começou a virar febre e isso atraiu a atenção de mais produtores e empresários locais. O sucesso começou a se expandir pelo resto do Brasil, mas trouxe um problema para o grupo, que nesta época já tinha lançado o primeiro álbum de renome nacional.

Gerasamba e o tchan

Em São Paulo já existia uma banda registrada com o nome. Para evitar trâmites legais, decidiram fazer o novo batismo e assim seguiram rumo ao estrelato. Eles chegaram a fazer três shows por dia e venderam 16 milhões de cópias apenas no Brasil.

A banda se tornou recorde de capas de revista e vendas de produtos licenciados, assim como explodiu o ibope de programas consagrados, como o Domingo Legal e Domingão do Faustão. Também fez shows na Europa, Estados Unidos e até mesmo participou de festivais, como o Festival de Jazz de Montreux. 

O É o Tchan indiscutivelmente é um marco para o país, porque sabia se reinventar e unir gerações com suas letras e coreografias fáceis, divertir com suas “viagens” ao Hawaí, ao Japão e à selva e aproveitar as tendências da época.

Ganhamos muito dinheiro com o Tchan. Vendemos 16 milhões de CDs no Brasil, três milhões fora… No mês, fazíamos 35 shows.”

e o tchan

Dentre os sucessos da banda, estão “Paquerei”, “Ralando o Tchan (A Dança do Ventre)”, “Dança do Põe Põe” e “A Nova Loira do Tchan”. Leia o artigo ouvindo esses e outros:

Compadre Washington chegou a sair do Tchan em 2001; em 2004 retornou para comemorar os dez anos de sucesso. Passou um ano. Em 2010, voltou ao batente e continua fazendo shows por todo o país e lançando novas músicas. A última canção lançada foi “Encaixadinha”, ainda neste ano.

O mestre dos bordões e seus memes

A presença de palco de Compadre Washington chamava bastante atenção, principalmente por causa dos bordões que incorporava em suas performances. Segundo vocal da banda, ele utilizava o artifício como estratégia para quando esquecia a letra das músicas.

Isso deu muito certo, porque o público passou a repetir palavras como “ordinária” e frases como “sabe de nada, inocente”. Essa brincadeira deu tão certo, que trouxe oportunidades de trabalho, como a propaganda do Bom Negócio, que chegou a causar polêmica após receber censura do CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária).

No boom dos memes, é claro que ele não ficaria de fora. A internet aproveita bastante da sua figura e além das expressões famosas, uma imagem do cantor “reflexivo” dentro de um ônibus é compartilhada nas redes sociais.

compadre washington meme pensando

Um vídeo personalizado do Compadre Washington é uma boa pedida para divulgar o seu produto. Com bordões famosos em nível nacional, com certeza ele é uma autoridade que agregará muito à sua estratégia de comunicação. Clique aqui agora e solicite o seu.

A Fazenda 4

Em 19 de julho de 2011, a Rede Record estreou a quarta temporada do reality show rural A Fazenda. A edição prometeu recordes de audiência e apresentou um elenco repleto de personalidades memoráveis, como Compadre Washington.

A participação do cantor começou calma e o primeiro destaque foi a sua relação com os bichos. Ele cuidava deles com muito carinho e suas brincadeiras eram aproveitadas pela edição. 

Foi curioso para o público o fato de Washington ter ficado mais calado, passando uma boa parte do confinamento dormindo. Mas ele logo explicou que uma semana antes do início do programa, ele tinha perdido a sua irmã. 

Entretanto, com o tempo, sua personalidade forte falou mais alto e os desentendimentos com outros participantes começaram. Ele brigou com Raquel Pacheco (Bruna Surfistinha), Dinei e Joana Machado, a vencedora da edição.

Apesar de ter vencido uma “roça”, algumas de suas atitudes pesaram no julgamento do público, que o eliminou na segunda berlinda, com 66% dos votos. Ele disputou contra Thiago Gagliasso e Joana. 

Compadre Washington passou 52 dias na Fazenda, recebeu 10 votos e foi o sétimo eliminado do programa, em 8 de setembro de 2011.

Vida pessoal e presença nas redes sociais

compadre washignton hoje

“Hoje eu sou solteiro, vivo, feliz, trabalho bastante. Agora, assim, pra fazer filho eu penso duas vezes. É muita pensão pra pagar, é dose, viu? Até hoje pago, mas é difícil”

Além de ser um furacão nos palcos, ele também mostrou ter talento para fazer filhos. O cantor teve dez herdeiros: Amanda, Ricardo (in memoriam), Washington Junior, Iramaia, Naiara, Amanda, Tatiane, Lázaro, Ricardo, Luiz Felipe, Alexandre e Ariane.

A grande maioria dos seus filhos nasceu durante o estouro do É o Tchan, então nem sempre ele pôde acompanhar todos os momentos. Ainda assim, muitos dos seus filhos dizem que ele é um pai excelente.

Durante a sua carreira, ele também passou por algumas polêmicas e uma delas envolveu Scheila Carvalho, com quem teve um affair. Outras dançarinas também foram à imprensa reclamar do temperamento de Washington.

A carreira de sucesso proporcionou uma vida confortável para ele, que não abriu mão de aprender mais, principalmente após a pandemia da Covid-19. Aprendeu línguas, novos instrumentos e até mesmo se dedicou à paixão da jardinagem. 

Mas, a sua grande paixão continua sendo a música e os shows que faz pelo país são constantemente registrados nas suas redes sociais. No Instagram oficial, ele tem mais de 230 mil seguidores. Também marca presença no Twitter para mais de 40 mil fãs.

A sua presença em mídias sociais é mais uma oportunidade de criar memes, divulgar um pouco da sua vida pessoal e incorporar as expressões com as quais se tornou ainda mais famoso.

Confira um artigo doBuzzFeed sobre suas férias.

É o Tchan não existiria sem Compadre Washington. Fundador de um dos grupos de maior sucesso do Brasil, ele conseguiu transcender o sucesso das suas músicas e atrair destaque por sua personalidade marcante.

Alvo de muitas críticas e preconceitos no começo de carreira, ele mostrou que a fama é alcançada quando há um relacionamento leve com o principal consumidor do seu produto. 

Iniciado de forma despretensiosa, o grupo de pagode baiano ascendeu para a categoria de fenômeno. Abraçado pelo público, divulgado pela mídia, criando uma narrativa para os principais integrantes.

Washington Luiz é um ícone e, depois de mais de 25 anos de destaque, continua aparecendo na mídia, figurando em palcos de eventos pelo país e, com certeza, será inesquecível na mente de milhares de brasileiros que seguraram e amarraram o tchan.

Clique no banner abaixo e adquira já um vídeo personalizado com Compadre Washington.

Você sabia?

compadre washington cerveja inocente

  • Está no rótulo da cerveja Inocente;
  • Sua mãe se chamava Maria de Lourdes e seu pai, Lídio;
  • Ele é apaixonado por carros e já chegou a ter quatro de uma vez só, duas Mercedes e duas BMW;
  • É amigo de Beto Jamaica há mais de 40 anos;
  • Foi candidato a vereador pelo PSL, com o número 17171. Também foi filiado ao PTB.

Compartilhem com amigos, clientes e colaboradores:

Você também irá gostar de ler

Tuca Fernandes

Tuca Fernandes: “jammil e uma noites” de carnaval e alegria

O cantor, compositor e instrumentista Tuca Fernandes é uma das vozes mais reconhecidas da música baiana e sua carreira é...

Deixe seu comentário